segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

ESBOÇO NA CRIAÇÃO DE DESENHOS

No processo de criação de desenhos, é comum os artistas utilizarem-se de “esboços e croquis", ou se preferirem, os famosos “rascunhos”.
Os esboços nada mais são do que um estudo preliminar para uma obra em geral. Eles são o pontapé inicial para que as idéias sejam apresentadas no papel, dando vida à criação.




É comum ver desenhistas e pintores preparando seus desenhos com traços simples que, aos poucos, vão dando forma ao modelo final. Esse processo, além de facilitar na elaboração de idéias, poderá ser essencial para que o trabalho possa ser de fácil modificação e manuseio ou pela questão do desprendimento e flexibilidade que o desenhista obtém para suas adaptações.
Os esboços podem ser feitos em poucos minutos, dispensando qualquer tipo de compromisso com o refinamento gráfico. Devem trazer idéias instantâneas e intenção geral para o trabalho como um todo.
O esboço é a parte inicial de um desenho, sendo uma etapa fundamental para alocação de espaços, composições e afins.


A edição n° 17 – “O crime negado” de AVENTURAS DE UMA CRIMINÓLOGA, teve suas páginas desenhadas por três artistas diferentes: Gustavo Trigo, Enio e Marco Soldi.

O esboço abaixo foi feito por Marco Soldi, que foi o responsável pelos desenhos das páginas 92 e 93 dessa edição:


Agora, as páginas com a arte já finalizada:

2 comentários:

lisangelo disse...

Excelente artigo! Eu particularmente aprecio muito conhecer como eh todo o processo de criacao de uma HQ. Seria interessante conhecer tambem como se da com o roteiro de Julia.

Ilson Nogueira Jr. disse...

Valeu, Lisangelo.
Sua sugestão será planejada para uma futura postagem no Blog.